• Seja Bem Vindo!

    "Que a sua felicidade esteja no SENHOR! Ele lhe dará o que o seu coração deseja. Ponha a sua vida nas mãos do Senhor, confie nele e Ele o ajudará."

    [Salmo 37:4-5] - [Bíblia Nova Tradução na Linguagem de Hoje]

  • Crie Múltiplas Fontes de Renda

    Crise? Crie! Veja como!

    ******************************************
    Para Profissionais MMN

    ******************************************
    Torne-se um Mestre no Google Adwords

    ******************************************
    Internet Marketing

    ******************************************
    Magnet Blog

    ******************************************
    Magnet Copy

    ******************************************
    MagneTube

    ******************************************
    Auto Responder

  • Pagerank 1
    Medir

  • Acessos

    Criar site

  • Anúncios

Digno de Sucesso


Por Gilberto Wiesel.
Falhar não significa que você não mereça ser um sucesso, e sim que não seguiu o melhor caminho em busca de seus objetivos. Você não precisa se transformar em outra pessoa para alcançar o sucesso. Tudo o que necessita é de uma estratégia vencedora.

Qualquer um pode alcançar as maiores conquistas, independentemente de suas limitações ou insucesso no passado. Não existem pessoas que são intrinsecamente um sucesso, apenas aquelas que seguiram estratégias vencedoras.

Você é tão digno de sucesso quanto a pessoa mais vitoriosa que possa imaginar. Os resultados que conseguir obter na vida dependem somente das ações que tomar. O sucesso não virá de graça, numa bandeja, mas também ninguém vai negá-lo. É preciso simplesmente determinar o que tem de ser feito e depois investir os esforços necessários para fazê-lo.

Pessoas de formações completamente diferentes, com limitações que, a principio, pareciam incontornáveis, encontraram formas de alcançar seus maiores objetivos mostrando que, com o esforço suficiente, tudo é possível.

Acesse o Website Gilberto Wiesel.

Pense nisso.
Deus abençoe sua vida.

André e Simone Calamita
http://empreendedoresinspiracao.blogspot.com

Anúncios

Você sabia que…


Você sabia que…

Quando você ri, acontecem coisas maravilhosas que beneficiam seu corpo e sua mente. São liberadas endorfinas em seu cérebro, que lhe dão uma “alta natural” de humor. Seu sistema respiratório faz o mesmo tipo de trabalho que faria em uma corrida.

O riso alivia a dor. Só se pode rir quando se está descontraído. E quanto mais você se descontrai, menos dor sente. Isso transforma os livros e filmes engraçados nos analgésicos ideais. Na verdade, não se pode ficar com úlceras e rir ao mesmo tempo, é preciso escolher um ou outro.

Vamos considerar que você está falido e que acabou de bater o carro, que está em meio a um processo de divórcio e que há uma goteira no telha, bem em cima da sua cama. Se tudo isso já está acontecendo, para que piorar tudo ficando infeliz também? A arte de ser feliz envolve estar apto a rir das dificuldades o mais rápido possível, assim que elas acontecem. Uma pessoa, envolvida na situação acima, poderia resistir ao riso por dois anos.

Outra, por sua vez, poderia decidir parar de chorar duas semanas depois, para começar a rir do que aconteceu. Dessa forma, a primeira pessoa fica se sentindo arrasada por 50 vezes mais tempo do que a segunda. E o que é pior: por opção! Todos nós passamos por períodos ruins. As pessoas felizes optam por não demorar a ver o lado divertido de seus desapontamentos.

As crianças podem ensinar muito a respeito do riso. Os jovens felizes riem praticamente de tudo, de maneira natural e sem pudores. Eles parecem saber de maneira intuitiva que umas boas risadas os mantêm saudáveis e equilibrados. Eles chegam equipados com uma sede insaciável por alegria e diversão.

É uma pena que quando chegam à idade adulta, essa atitude seja substituída por outra que diz: “a vida é muito séria”… Uma de nossas maiores responsabilidades para com os outros é nos divertir! Quando estamos nos divertindo, sentimo-nos melhores, trabalhamos melhor e as pessoas querem ficar perto de nós…

Em poucas palavras: A vida não é tão séria. Vamos levar o humor mais a sério. Se as coisa não melhorarem, pelo menos não vão piorar.

Confie mais em vc e sorria…crie uma aura de humor ao teu redor.

(texto de Andrew Matthews, no livro “Seja Feliz”)

Pense nisso.
Deus abençoe sua vida.

André e Simone Calamita
http://empreendedoresinspiracao.blogspot.com

Ser ou Não Ser Empresário


A abertura de novos negócios é fundamental para o desenvolvimento do nosso país. No entanto, apenas vontade e coragem não são suficientes para o sucesso empresarial.

O candidato a empresário precisa conhecer os aspectos que envolvem a abertura de um negócio, o tamanho e as características do mercado no qual pretende atuar, a legislação vigente, os padrões de qualidade e, não menos importante, como obter o capital necessário para implantação e operação do negócio. Esses fatores, aliados à afinidade com a atividade a ser desenvolvida e à competência gerencial, são fundamentais para o sucesso.

Os motivos mais citados para deixar de ser empregado e começar um negócio próprio são:


  • “Mandar no meu próprio nariz”.
  • Ser patrão ao invés de empregado.
  • Ganhar mais.
  • Dedicar mais tempo à família.
  • Sair da rotina.
  • Realização pessoal.
  • Provar para si mesmo e para os outros sua competência.
  • Trabalhar menos e tirar férias quando desejar.
  • Percepção de uma oportunidade.
  • Por necessidade.
Porém, ser empresário exige sacrifícios que muitos não estão dispostos a fazer. Entre alguns desses estão os seguintes:


  1. Trabalhar de 12 a 15 horas diárias ao invés de 8 horas como empregado.
  2. Alguns empresários não tiram férias. Quando saem em férias é por poucos dias e mesma Assim ligam para a empresa “só para saber como vão as coisas”.
  3. Muitas vezes se envolvem tanto com a empresa que diminuem, ao invés de aumentar, o tempo   dedicado ao convívio familiar.
  4. Sua desejada independência torna-se relativa quando se observa a dependência em relação aos fornecedores, bancos, clientes, funcionários, governo, etc.
  5. O Patrimônio Pessoal e familiar muitas vezes corre risco ao ficar em garantia de empréstimos bancários.
  6. Sua vontade de ganhar muito dinheiro esbarra muitas vezes nos entraves da falta sua de
  7. competência ou de seus colaboradores.

Vale a pena?

Olhando pelo lado econômico, empreender ainda é um bom negócio. Caso contrário, não teríamos tantas pessoas investindo em negócios próprios, quando bem que poderiam deixar seus recursos rendendo numa segura caderneta de poupança.

Riscos são inerentes aos negócios. Uma vez que dinheiro “não leva desaforo para casa”, mais do que gosto por aventura é preciso ter os pés no chão e correr riscos sim, porém, calculados.  Para isso o empreendedor dispõe de uma velha e valiosa ferramenta de administração chamada “Plano de Negócio”, na qual tem inserida uma peça chamada “Viabilidade Econômico-Financeira” que responde às perguntas:

  • Quanto dinheiro tenho de investir?
  • Quanto terei de lucro?
  • Quando acontecerá o retorno dos investimentos?
  • Quais serão os impostos a recolher?
  • Esse negócio vale a pena?


Planejar o negócio é fundamental para que o sonho de ser empresário não se tranforme em um pesadelo.

Por Soeli de Oliveira – Consultora e Palestrante do Instituto Tecnológico de Negócios, nas áreas de Varejo, Vendas, Motivação e Atendimento – E-mail: soeli@sinos.net – Novo Hamburgo – RS.

Sucesso!

André e Simone Calamita
http://empreendedoresinspiracao.blogspot.com