• Seja Bem Vindo!

    "Que a sua felicidade esteja no SENHOR! Ele lhe dará o que o seu coração deseja. Ponha a sua vida nas mãos do Senhor, confie nele e Ele o ajudará."

    [Salmo 37:4-5] - [Bíblia Nova Tradução na Linguagem de Hoje]

  • Crie Múltiplas Fontes de Renda

    Crise? Crie! Veja como!

    ******************************************
    Para Profissionais MMN

    ******************************************
    Torne-se um Mestre no Google Adwords

    ******************************************
    Internet Marketing

    ******************************************
    Magnet Blog

    ******************************************
    Magnet Copy

    ******************************************
    MagneTube

    ******************************************
    Auto Responder

  • Pagerank 1
    Medir

  • Acessos

    Criar site

  • Anúncios

Você sabia que…


Você sabia que…

Quando você ri, acontecem coisas maravilhosas que beneficiam seu corpo e sua mente. São liberadas endorfinas em seu cérebro, que lhe dão uma “alta natural” de humor. Seu sistema respiratório faz o mesmo tipo de trabalho que faria em uma corrida.

O riso alivia a dor. Só se pode rir quando se está descontraído. E quanto mais você se descontrai, menos dor sente. Isso transforma os livros e filmes engraçados nos analgésicos ideais. Na verdade, não se pode ficar com úlceras e rir ao mesmo tempo, é preciso escolher um ou outro.

Vamos considerar que você está falido e que acabou de bater o carro, que está em meio a um processo de divórcio e que há uma goteira no telha, bem em cima da sua cama. Se tudo isso já está acontecendo, para que piorar tudo ficando infeliz também? A arte de ser feliz envolve estar apto a rir das dificuldades o mais rápido possível, assim que elas acontecem. Uma pessoa, envolvida na situação acima, poderia resistir ao riso por dois anos.

Outra, por sua vez, poderia decidir parar de chorar duas semanas depois, para começar a rir do que aconteceu. Dessa forma, a primeira pessoa fica se sentindo arrasada por 50 vezes mais tempo do que a segunda. E o que é pior: por opção! Todos nós passamos por períodos ruins. As pessoas felizes optam por não demorar a ver o lado divertido de seus desapontamentos.

As crianças podem ensinar muito a respeito do riso. Os jovens felizes riem praticamente de tudo, de maneira natural e sem pudores. Eles parecem saber de maneira intuitiva que umas boas risadas os mantêm saudáveis e equilibrados. Eles chegam equipados com uma sede insaciável por alegria e diversão.

É uma pena que quando chegam à idade adulta, essa atitude seja substituída por outra que diz: “a vida é muito séria”… Uma de nossas maiores responsabilidades para com os outros é nos divertir! Quando estamos nos divertindo, sentimo-nos melhores, trabalhamos melhor e as pessoas querem ficar perto de nós…

Em poucas palavras: A vida não é tão séria. Vamos levar o humor mais a sério. Se as coisa não melhorarem, pelo menos não vão piorar.

Confie mais em vc e sorria…crie uma aura de humor ao teu redor.

(texto de Andrew Matthews, no livro “Seja Feliz”)

Pense nisso.
Deus abençoe sua vida.

André e Simone Calamita
http://empreendedoresinspiracao.blogspot.com

Anúncios

Esvaziando armários de nossa vida


Todos os anos, há um momento em que olhamos nossos armários com um olhar crítico. Olhamos aquelas roupas que não usamos há tanto tempo. Aquelas que tiramos do cabide de vez em quando, vestimos, olhamos no espelho, confirmamos mais uma vez que não gostamos e guardamos de volta no armário.

Aquele sapato que machuca os pés, mas insistimos em mantê-lo guardado. Há ainda aquele terno caro, mas que o paletó não cai bem, ou o vestido “espetacular” ganho de presente de alguém que amamos, mas que não combina conosco e nunca usamos. Às vezes tiramos alguma coisa e damos para alguém, mas a maior parte fica lá, guardada sabe-se lá porquê.

Um dia alguém me disse: tudo o que não lhe serve mais e você mantém guardado, só lhe traz energias negativas. Livre-se de tudo o que não usa e verá como lhe fará bem.

Acontece que nosso guarda-roupa não é o único lugar da vida onde guardamos coisas que não nos servem mais. Você tem um guarda-roupa desses no interior da mente. Dê uma olhada séria no que anda guardando lá.

Experimente esvaziar e fazer uma limpeza naquilo que não lhe serve mais. Jogue fora idéias, crenças, maneiras de viver ou experiências que não lhe acrescentam nada e lhe roubam energia. Faça uma limpeza nas amizades, aqueles amigos cujos interesses não têm mais nada a ver com os seus.

Aproveite e tire de seu “armário” aquelas pessoas negativas, tóxicas, sem entusiasmo, que tentam lhe arrastar para o fundo dos seus próprios poços de tristezas, ressentimentos, mágoas e sofrimento. A insegurança dessas pessoas faz com que busquem outras para lhes fazer companhia, e lá vai você junto com elas.

Junte-se a pessoas entusiasmadas que o apóiem em seus sonhos e projetos pessoais e profissionais. Não espere um momento certo, ou mesmo o final do ano, para fazer essa “faxina interior”. Comece agora e experimente aquele sentimento gostoso de liberdade.

Liberdade de não ter de guardar o que não lhe serve. Liberdade de experimentar o desapego. Liberdade de saber que mudou, mudou para melhor, e que só usa as coisas que verdadeiramente lhe servem e fazem bem.

Por Wilson Meiler

Pense nisso e que Deus abençoe!

André e Simone Calamita
http://empreendedoresinspiracao.blogspot.com

Seja um Idiota


Seja um Idiota

Texto de Arnaldo Jabor

A idiotice é vital para a felicidade.

Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre. Putz! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins.

No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você. Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele.

Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice. Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.

Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo,soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça?

hahahahahahahahaha!…

Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana? Quanto tempo faz que você não vai ao cinema?

É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí,o que elas farão se já não têm por que se desesperar?

Desaprenderam a brincar. Eu não quero alguém assim comigo. Você quer? Espero que não.

Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas… a realidade já é dura; piora se for densa.

Dura, densa, e bem ruim.

Brincar é legal. Entendeu?

Esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço,não tomar chuva.

Pule corda!

Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte.

Ser adulto não é perder os prazeres da vida – e esse é o único “não” realmente aceitável.

Teste a teoria. Uma semaninha, para começar.

Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que realmente são:
passageiras. Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir…

Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração!

Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora?

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso cante, chore,dance e viva intensamente antes que a cortina se feche!

Grande abraço
Deus abençoe

André e Simone Calamita
http://empreendedoresinspiracao.blogspot.com
http://calamita-rendaextra.blogspot.com
http://www.recrutafacil.com/andreesi