• Seja Bem Vindo!

    "Que a sua felicidade esteja no SENHOR! Ele lhe dará o que o seu coração deseja. Ponha a sua vida nas mãos do Senhor, confie nele e Ele o ajudará."

    [Salmo 37:4-5] - [Bíblia Nova Tradução na Linguagem de Hoje]

  • Crie Múltiplas Fontes de Renda

    Crise? Crie! Veja como!

    ******************************************
    Para Profissionais MMN

    ******************************************
    Torne-se um Mestre no Google Adwords

    ******************************************
    Internet Marketing

    ******************************************
    Magnet Blog

    ******************************************
    Magnet Copy

    ******************************************
    MagneTube

    ******************************************
    Auto Responder

  • Pagerank 1
    Medir

  • Acessos

    Criar site

  • Anúncios

Você é um Funcionário Macaco?

Hoje eu li um artigo muito legal sobre o funcionário macaco…e quero compartilhar com você! Boa leitura!

Por Jorge Augusto Monteiro Carriça Administrador de Empresas

O FUNCIONÁRIO “MACACO” NOS DIAS DE HOJE

É conhecido como funcionário macaco aquele que pula de galho em galho ou melhor, de emprego em emprego, porém esse tipo de “profissional” está fadado a acabar, já que o mercado quer pessoas extremamente especializadas, indiferente de qual seja a sua área de atuação. Toda essa habilidade exigida não é exatamente cursos feitos, mas pode ser também experiência profissional, ou de vida, dependendo do ramo. Cada profissão depende imediatamente de um filão do mercado, uma fatia específica que “colhe” mais, ou menos dinheiro da plantação financeira do mercado.

Esse tipo de funcionário não é exatamente considerado “incompetente”, mas não consegue se manter em um emprego, devido ao desespero de ganhar dinheiro, e não de fazer o que gosta. Quando o trabalho é realizado com amor e seriedade, seja qual for a área, este será muito rentável, independente do filão atingido ou da área trabalhada.

Esse interesse e gosto pelo trabalho varia do dom de cada um, pois todos temos preferências diferentes sobre cada assunto, enquanto uns querem ser médicos outros não podem nem ver sangue, enquanto uns querem ser engenheiros outros odeiam cálculos, e assim o desenvolvimento profissional deve ser realizado dentro da área que se tem mais afinidade, pois essa qualidade é a que definirá futuramente o sucesso ou fracasso da profissão. Se todos tivéssemos talento para tudo, não existiriam empresas quebradas ou profissionais falidos, e todos teriam sucesso em tudo, mas seria impossível trabalhar já que a ampla população profissional rumaria para a área que desse mais dinheiro.

Procurar descobrir a principal afinidade profissional é uma boa dica para o funcionário macaco, além é claro de procurar atuar naquilo em que se gosta, pois aí é sucesso na certa. Trabalhar apenas por obrigação não é uma dádiva e sim um castigo, pois todo ambiente em volta do trabalhador fica contaminado, seja com o mal humor, seja com comentários indesejados, ou com o trabalho mal realizado, e isso em uma equipe é comercialmente fatal.

Quando se aceita um novo emprego é muito importante deixar bem definido no contrato a descrição do cargo, ou as tarefas que serão realizadas e de que forma, assim evita-se muitos problemas pelo tão mal falado desvio de função, que chega a ser um terror para determinadas pessoas. Muitas vezes uma secretária também faz o trabalho da faxineira, ou o motorista também faz o trabalho do carregador, ou o caixa faz o trabalho de estoquista, e quando essa descrição não estiver detalhadamente citada no contrato, caracteriza-se o desvio de função, que será um problema razoável para a empresa na hora da demissão deste colaborador, pois muitas funções são ditadas por regimentos de sindicatos, alem de possuir piso salarial definido em estatutos ou em convenções coletivas, e quando esse ex-colaborador prova essa função acumulada, o valor a ser recebido aumenta grandemente.

Na grande maioria, os brasileiros aceitam um trabalho não pelo gosto de trabalhar mas sim pelo retorno financeiro e a capacidade de obter poder de compra, existem milhões de pessoas no mundo que fazem o que não gostam por necessidade, ou pelo simples fato de obter status social, porém o dinheiro não é tudo, já que a satisfação profissional é considerada parte importante da vida. O que você faz é parte importante do que você é; estabelece uma parcela considerável da sua biografia, e do seu quadro de realizações não servindo somente para retorno financeiro, mas também para o cultivo da auto-estima profissional que com certeza só faz melhorar o lado ético e profissional de cada um.

Repensar e repaginar a vida profissional não tem hora nem idade, sempre é tempo de recomeçar e ser feliz, e em grande parte esses caminhos são abertos através da descoberta de habilidades ocultas que todos possuímos, e estão só esperando para florescer. Procure aprender a tocar um instrumento, ou faça um curso de artes, teste todas as possibilidades que abram seu lado cultural, pois é nessa parte oculta que todos temos, que aparecem esses novos talentos e dispendem uma quantidade enorme de prazer.

Pular demais é prejudicial, assim como exercer demais o que não se gosta também e desconfortável, mas sempre é tempo de iniciar uma nova relação consigo mesmo, não basta conquistar apenas o chefe, o patrão, a esposa, ou os filhos, mas conquistar a si mesmo é uma arte diária, que torna-se prazerosa e rentável. Presenteie-se, esqueça por uns momentos o regime e coma algo que goste, pratique um esporte, ofereça esse prazer para você mesmo, e sua vida de macaco com certeza mudará.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: