• Seja Bem Vindo!

    "Que a sua felicidade esteja no SENHOR! Ele lhe dará o que o seu coração deseja. Ponha a sua vida nas mãos do Senhor, confie nele e Ele o ajudará."

    [Salmo 37:4-5] - [Bíblia Nova Tradução na Linguagem de Hoje]

  • Crie Múltiplas Fontes de Renda

    Crise? Crie! Veja como!

    ******************************************
    Para Profissionais MMN

    ******************************************
    Torne-se um Mestre no Google Adwords

    ******************************************
    Internet Marketing

    ******************************************
    Magnet Blog

    ******************************************
    Magnet Copy

    ******************************************
    MagneTube

    ******************************************
    Auto Responder

  • Pagerank 1
    Medir

  • Acessos

    Criar site

  • Anúncios

Você tem medo?


O Medo não pode ser um estilo de vida.
Por Roberto Shinyashiki

Cada mudança na vida exige uma nova atitude que tem de estar alimentada pela confiança, pois amar com medo é perigoso, trabalhar preocupado é abrir as portas para o fracasso e, principalmente, viver com medo é morrer mantendo o corpo vivo.

Quando as pessoas me perguntam se confio em nosso governo ou na economia, eu respondo que não confio e nem deixo de confiar. Aliás, digo que não preciso confiar neles.

A verdade é que confio somente em três forças nesta vida: primeiro e mais do que tudo, confio em Deus. Sei que por pior que pareça estar a minha vida, ele sempre está por perto, cuidando de mim.

Segundo, acredito e confio nas pessoas. Sei que cada uma delas tem um sonho e se eu ajudá-las a realizar esses sonhos, elas também vão ajudar a realizar os meus.

Terceiro, confio em mim mesmo. Sei que, independente de eu estar cansado ou doente, na hora “H” vou fazer o que precisa ser feito.

A confiança é a melhor vacina contra a insegurança e as preocupações.

O mundo está tomado pelo medo e parece que viver assustado passou a ser um estilo de vida. A insegurança mata a alegria de viver, pois o medo é o seu pior inimigo.

As pessoas estão preocupadas demais, e eu não falo somente de momentos dramáticos, falo do dia-a-dia das pessoas. Até nos momentos de celebração as pessoas ficam preocupadas.

No dia do casamento muitos noivos não conseguem desfrutar um dos dias mais importantes da sua vida, porque ficam preocupados se tudo vai dar certo.

No dia em que a pessoa é promovida, frequentemente ela fica tão preocupada em dar conta da função que não comemora a sua vitória.

No primeiro dia de aula dos filhos tem pais que preferem ficar tensos com medo do futuro de suas crianças, em vez de comemorar esse momento lindo na vida da família.

Os momentos dramáticos da vida, como o fim de um grande amor, a perda de uma pessoa querida, a demissão de uma empresa especial, ou mesmo um problema com um filho se tornaram um passaporte para o desespero.

O medo não pode ser nosso companheiro de viagem. No máximo ele pode ser uma placa na beira da estrada assinalando uma curva perigosa. Por isso, confie e siga em frente!

Quando as suas vitórias acontecerem, celebre com muita alegria. Quando os desafios acontecerem, trabalhe forte para superá-los. Quando as soluções parecerem impossíveis, olhe para o céu e lembre que Deus cuida de você, pense nas pessoas com quem você pode contar, por mais distante que elas possam estar, e olhe para dentro de si mesmo. Perceba que esse desafio é somente mais um na sua vida e avance. Vá em frente até testemunhar a sua vitória.

Nos momentos de decisão da nossa vida o mais importante é ter a coragem de confiar e lutar até o final. Porque desistir de algo que queremos é um verbo que não deve existir em nosso dicionário.

Pense nisso e sucesso sempre
Deus vos abençoe

Anúncios

Abrindo a Porta


Contam que…

Numa terra em guerra, havia um rei que causava espanto. Cada vez que fazia prisioneiros, não os matava, levava-os a uma sala, que tinha um grupo de arqueiros em um canto e uma imensa porta de ferro do outro, na qual haviam gravadas figuras de caveiras.

Nesta sala ele os fazia ficar em círculo, e então dizia:

– Vocês podem escolher morrer flechados por meus arqueiros, ou passarem por aquela porta e por mim lá serem trancados.

Todos os que por ali passaram, escolhiam serem mortos pelos arqueiros.

Ao término da guerra, um soldado que por muito tempo servira o rei, disse-lhe:

Senhor, posso lhe fazer uma pergunta?

– Diga, soldado.

– O que havia por trás da assustadora porta?

– Vá e veja.

O soldado então abre a porta vagarosamente, e percebe que a medida que o faz, raios de sol vão adentrando e clareando o ambiente, até que totalmente aberta, nota que a porta levava a um caminho que sairia rumo a liberdade.

O soldado admirado apenas olha seu rei que diz:

Eu dava a eles a escolha, mas preferiram morrer a arriscar abrir esta porta.

Quantas portas deixamos de abrir pelo medo de arriscar?

Quantas vezes perdemos a liberdade, apenas por sentirmos medo de abrir a porta de nossos sonhos?

Autor desconhecido.

Pense nisso!

André e Simone Calamita
http://empreendedoresinspiracao.blogspot.com
http://www.recrutafacil.com/andreesi

Liberte-se do Fantasma dos Medos


Os medos formam a corja dos demônios que atormentam a humanidade. Eles estão em toda parte, penetram sorrateiramente em tudo, e conseguem, freqüentemente, se aninhar dentro da mente das pessoas.

Todo o pensamento de medo tem uma forte força magnética, que atrai a realidade.

Existem muitos tipos de medos, mas vamos desmascarar para sempre os mais freqüentes:

Medo da Pobreza – Dificilmente se encontra uma pessoa que não tenha medo da pobreza. Veja como as pessoas lutam desesperadamente para amontoar bens a fim de se livrar da pobreza. E, embora fiquem ricos, continuam assustados. Essa luta atormentada e persistente contra o medo da pobreza provoca o estresse, o esgotamento e, por fim, o homem acaba adquirindo um desnecessário enfarte.

Você não nasceu para a pobreza. Você é filho de Deus e tem todo o universo à sua disposição. Mergulhe na riqueza infinita. Tanto a pobreza quanto a riqueza são apenas estados de espírito que geram a realidade correspondente. Não acredito que a religião pregue a pobreza como condição humana embora existam aqueles que optam pela vida pobre por professarem uma ascese que os satisfaz interiormente. Jesus pregou a “pobreza em espírito”, o que é muito diferente da “pobreza econômica ou física”. Essa é um estágio transitório, que não deve irritar e nem perturbar a pessoa, mas ser-Ihe degrau para alcançar a prosperidade. Acredite na prosperidade e será próspero.

Não tenha medo da pobreza e nem guarde ressentimentos contra os ricos, mas canalize as suas energias físicas e mentais, seus entusiasmos e criatividades, no sentido de crescer sempre mais economicamente. Se os seus pensamentos constantes forem de abundância, atrairá abundância inevitavelmente.

Medo da Crítica – Este é um dos temores mais comuns. O medo da crítica, ou seja, o medo “do que os outros vão dizer” é um demônio devastador. Sufoca talentos, amassa personalidades, destrói felicidades, cria barreiras imensas e aniquila a liberdade e a autoconfiança.

Se você quer ser alguém neste mundo e quer viver a vida na plenitude sonhada, não se deixe vencer pelas críticas. Se todos tivessem dado ouvidos às críticas, muitos grandes homens não existiriam e não existiriam o automóvel, o aeroplano, as viagens espaciais, e até mesmo o homem não teria pisado na lua.

Seja você. Deixe-se guiar pela Sabedoria Infinita, que está no seu íntimo, e siga em frente de cabeça erguida, sem se assustar com as críticas. Passe com a caravana e deixe que os cães ladrem à lua.

Ralph Waldo Emerson escreveu certa vez uma mensagem muito importante a que convido você para meditar: “Acreditar em nosso próprio pensamento, acreditar que aquilo que é verdadeiro para nós, no âmago do nosso coração, é verdadeiro para todos os homens – isto é gênio.

Expressemos nossa convicção latente e ela será o consenso universal; pois, o mais íntimo se torna, oportunamente, o mais exterior, e nosso primeiro pensamento nos é devolvido pelos clarins do Juízo Final. Dada a familiaridade que cada qual tem para com a voz da mente, o maior mérito que atribuímos a Moisés, Platão e Milton, é o de que desprezaram livros e tradições e falaram, não do que os homens pensavam, mas daquilo que eles pensavam. Todo ser humano deveria aprender a captar e atentar para o fulgor de luz que lampeja por sua mente, provindo do seu âmago, mais do que o brilho do firmamento de menestréis e sábios. No entanto, despreza ele, instantaneamente, seu pensamento, porque é seu. Em toda obra de gênio, reconhecemos nossos próprios pensamentos rejeitados; eles voltam para nós com uma certa estranha majestade. As grandes obras de arte não encerram lição capaz de nos afetar mais do que isto. Ensinam-nos a sustentar nossa impressão espontânea, com bem-humorada inflexibilidade, mesmo quando todo o clamor de vozes está do outro lado. Do contrário, mais tarde, um estranho dirá, com magistral bom senso, precisamente o que sempre pensamos e sentimos, e seremos forçados a receber de outrem, envergonhados, nossa própria opinião.

Há uma voz correta dentro de você, que gosta de você, que quer o seu sucesso e felicidade: é essa voz que você deve ouvir. E quando você tiver que ouvir o que alguém fala, faça apenas com a intenção de confrontar com a palavra verdadeira que brota do seu interior. Deixe que os outros pensem como quiserem e sejam como quiserem. Apenas não permita que eles tomem conta de você e entrem a decidir no mundo que é apenas seu.

Medo das Doenças – Por certo, você conhece um grande número de pessoas que têm mania de doenças. Outras tantas pessoas não têm mania de doença, mas vivem falando de enfermidade, de mortes e de remédios. Conheço ainda, pessoas, que têm tanto medo de doença, a ponto de passar o tempo todo falando em doença. Lembre-se daquela lei da mente: o semelhante atrai o semelhante. Pensamentos de doença atraem a doença.

Coloque-se sob a proteção divina e crie a imagem permanente da saúde. Imagine-se sadio todos os dias e a doença não entrará em seu corpo. Sua imagem original e verdadeira é sempre perfeita, por isso mantenha-se ligado nessa imagem verdadeira. Não faça existir aquilo que não existe. Risque fora a doença da sua mente e ela desaparecerá da sua vida…

Medo de Perder o Amor – Este medo produz uma série de distúrbios e tira a paz de espírito. Se vocês dois se amam, são como duas metades que se juntam de forma tão unitária que ninguém pode separar, a não ser vocês mesmos. Cultivem, então, o amor, doem-se mutuamente, mantenham a vida dessa flor maravilhosa e o amor continuará até o fim dos tempos.

É dando que se recebe; dê amor a mancheias e com toda a largueza do seu coração e estará enriquecendo e estreitando cada vez mais o seu amor.

Você nunca perderá o amor do seu coração. Se o seu namorado se foi, se o seu noivo se foi, saiba que você pode perder o amor de outra pessoa, mas jamais perderá o AMOR.

Este sempre existe em você, é inesgotável e tende, por sua própria essência, a encontrar a sua outra parte. Não se feche, pois, na solidão e nem viva trancado de medo de perder o seu amor. Dê vida ao seu amor , ao invés de sufocá-lo. É na liberdade, por incrível que pareça, que o amor mais se desenvolve. Envolva o seu amor num círculo de proteção divina e descanse…

Medo da Morte – Por que você tem medo da morte se a morte não existe? A sua vida não é o seu corpo; a sua vida é o seu espírito e o seu espírito é eterno, é perfeito, nunca morre. A sua Vida é. “Aquele que crer em mim, viverá eternamente” – já afirmou Jesus.

Nada morre em você, nem seu espírito e nem seu corpo. Seu corpo é energia e se transformará em outro tipo de energia.

Além disso, através de inúmeros depoimentos de pessoas que haviam morrido clinicamente e que voltaram a reviver, sabe-se que todos gostaram da nova experiência e sentiram-se maravilhosamente bem na “outra dimensão”.

Não tenha medo, pois. Esta será uma experiência fascinante, que não significa morte, porque morte não existe…

Medo do Fracasso – Este medo geralmente está condicionado por uma experiência que não foi bem-sucedida. Se um negociante não teve êxito ao abrir a sua primeira loja, cada vez que tenta abrir outra loja sente-se invadido por um temor infundado de fracassar. Ele estudou bem o negócio, os dados apresentaram ótimas perspectivas, a loja vai indo bem, e ele sempre assustado e pressentindo a iminência de algum fracasso.

Mude desde já essa mentalidade, se você é uma pessoa assim. Ligue sua mente no sucesso e terá sucesso. O negócio que você abriu agora é OUTRO negócio, nada tem a ver com a situação anterior. Para você criar uma imagem positiva mais forte, fixe sua mente nos negócios que Ihe deram bons resultados. Vá em frente com coragem, entusiasmo, dinamismo e inteligência. Ponha na cabeça que foi talhado para o sucesso e sinta-se uma pessoa bem-sucedida. Você é um vitorioso. O pensamento positivo atrai a realidade positiva.

Use as suas energias para progredir e confie na Sabedoria Infinita, que habita sua inteligência.

Texto extraído do livro: O Poder Infinito da Sua Mente, de Lauro Trevisan.

Vencendo o Medo


Vencendo o Medo

por Luiz Carlos Bueno dos Santos

Quando escutamos alguém nos dizer que está com dificuldades em fazer alguma coisa, a primeira pergunta que fazemos é “qual a sua dificuldade”, e normalmente a resposta é “não sei o que fazer”.

Na realidade, a maioria das pessoas não faz nem o pouco que sabe. Normalmente, elas já têm algum conhecimento para fazer, mas têm medo de fazer, medo do desconhecido ou de uma nova situação. Não conseguem se organizar. E por mais que estudem e procurem informações, sentem-se incapazes e despreparadas para a nova empreitada, tornando-se improdutivas.

Planejam muito, estudam muito, amontoam conhecimentos, mas não conseguem utilizar todo este material. Não conseguem colocar em prática.

A verdade é que têm medo das pessoas, têm medo de falhar e, pior ainda, se descobrirem incapazes, medo de decepcionarem-se consigo mesmas, de vislumbrarem que podem não ser o que acreditam e o que pensam ser. E este medo da desilusão pessoal paira sobre suas cabeças como uma lâmina afiada preste a decepar o que resta da sua auto-estima.

Mas o que pode tirar este medo? Como buscar a coragem para fugir da estagnação? Recolher mais conhecimento com certeza não vai tirar o medo, ler bons textos e livros de auto-ajuda ou textos e livros sobre motivação podem amenizar o medo, mas também não resolverão esta situação.

A receita que pode, de fato, eliminar o medo é a prática. Somente a prática pode tirar o medo. Confrontar o medo diariamente, em pequenas doses, procurando sempre obter bons resultados, pequenas vitórias que alimentarão a sua auto-estima e definitivamente fixarão a imagem de que você tem a capacidade de fazer.

O próximo passo é se decidir a fazer, começar, estabelecer disciplinas diárias, criar tarefas e cumpri-las.

É muito importante não desenvolver muitas expectativas. Não esperar demais das coisas e sim se preocupar em fazer acontecer. Separar as expectativas das tarefas, o sonho do trabalho.

Trabalhar para realizar, ter o sonho, ter os objetivos, mas trabalhar para cumprir as metas, as tarefas e deixar que o sonho e os objetivos sejam uma conseqüência deste trabalho.

Não se cobre demais, não exija demais de você, procure não se pôr a prova, mas faça o possível e o impossível para alcançar as suas metas. Lembre-se que, se é possível, pode ser feito.

Encare o resultado como uma medida de acertos e realizações. Avalie o que fez e os seus resultados sem atribuir excesso de culpa pelos tropeços. Seja indulgente com você mesmo, mas não seja complacente demais. Se for preciso, faça correções, nos procedimentos e inclusive em você mesmo.

Mentalize o sucesso, sinta o sucesso, busque o sucesso, seja o sucesso, lembre do sucesso, e reinicie o processo. Lembre-se que, se é possível que alguém faça, pode ser feito. E este alguém pode e deve ser você.

O medo é um freio. Para realizar o trabalho que temos a fazer, precisamos e necessitamos trabalhar em total liberdade, sem bloqueios, sem desvios, sem amarras, sem pesos desnecessários, sem pressão.

Para ser sucesso, só precisamos acreditar que podemos fazer e tornar realidade o que sonhamos. Não se preocupar com o resultado final, e sim com os pequenos resultados obtidos nas conclusões das tarefas diárias. É muito importante que os pequenos resultados, conseguidos de forma contínua, tornem-se o resultado final esperado.

Realize dia-a-dia, para tornar seus sonhos realidades um dia. E acima de tudo, acredite que este dia chegará, graças ao seu esforço em torná-lo realidade a partir de hoje.

Sucesso.

Deus abençoe

André e Simone Calamita

http://empreendedoresinspiracao.blogspot.com
http://calamita-rendaextra.blogspot.com